Sobre a natureza pecaminosa

pecadoQuando se fala da natureza humana, no evangélico, sempre se diz que ela é pecaminosa.Chamamos de natureza as arvores, os ventos, a água, o fogo e todos os elementos que estar em nosso redor, mas a palavra natureza tem um sentido mais profundo.

A palavra natureza vem da palavra grega, Physis, segundo os filósofos gregos, é a matéria eterna de todas as coisas permanente no Universo, mutável e transitório. Conhecer a Physis é conhecer a natureza de todas as coisas.No latim, natureza (natura), que significa “qualidade essencial, disposição inata, o curso das coisas e o próprio universo.

Dizer que o homem possui sua natureza pecaminosa é uma distorção do conceito de natureza dado por Deus, ou seja, Deus não deu ao homem uma natureza pecaminosa.

Quando falamos de natureza humana, devemos ir até aquele instante da criação, quando o criador assopra no homem a vida. Este é sua natureza recebida de Deus, sem corrupção!

A razão pela qual o Cristo é chamado de segundo Adão (adamah=homem natural, da terra), remente ao seu estado natural, sem pecados e corrupção.

Não digamos que o homem possui uma natureza pecaminosa, mas que o homem possui uma natureza corrompida.

O evangelho vem renovar e resgatar no homem sua natureza corrompida, afim de que Cristo faça nele a sua imagem. Daí, a razão de muitos defenderem a humanidade (Adão) como verdadeiro estado de vida e condição espiritual dos homens.

São Paulo

02/12/12

Paulo Filoteus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s